Seguidores

sábado, 27 de julho de 2013

ENCARANDO CRÍTICAS



Então, retirando-se os fariseus, consultaram entre si como o surpreenderiam em alguma palavra. E enviaram-lhe os seus discípulos, com os herodianos, dizendo: Mestre, bem sabemos que és verdadeiro e ensinas o caminho de Deus, segundo a verdade, sem te importares com quem quer que seja, porque não olhas à aparência dos homens. Dize-nos, pois, que te parece: é lícito pagar o tributo a César ou não? (Mateus 22:15-16)
Aqui vemos Jesus sendo confrontado de forma ardilosa e hostil por líderes judeus, seus opositores, que tinham como objetivo o surpreenderem, tentando fazer com que Jesus falasse algo que pudesse ser usado contra ele mesmo.
Com certeza você já sentiu a pancada de uma ofensa direta, talvez ainda esteja sentindo essa dor. Alguém com quem convive, admira ou respeita o lançou ao chão através de uma crítica. Essas palavras talvez tivessem a intenção de feri-lo, ou talvez não, mas isso não importa, a ferida fica, dói e é interna. É um coração partido, o orgulho ferido, sentimentos atingidos. E talvez essa dor seja antiga e ainda o faça lembrar das ásperas palavras que ainda o fere.
Sse você sofreu por causa dos deslizes da língua de alguém, quero te motivar a alegrar-se, pois existe uma cura para esse mal.
Sabe o que Jesus fez? Ele não devolveu na mesma moeda, não revidou e nem intimidou ninguém dizendo: “Vou te quebrar”. A reação de Cristo não foi de vingança, e nem exigiu um pedido de desculpas. E se alguém por alguma vez mereceu vingança, esse alguém foi Jesus. Mas Ele não fez, e muito pelo contrário, Ele morreu por eles.
Jesus, porém, conhecendo a sua malícia, disse: Porque me experimentais hipócritas? Mostrai-me a moeda do tributo. E eles lhe apresentaram um dinheiro. E ele disse-lhes: De quem é esta efígie e esta inscrição? Disseram-lhe eles: De César. Então, ele lhes disse: Dai, pois, a César o que é de César e a Deus o que é de Deus. (Mateus 22:17-21)
Veja como seus adversários foram ardilosos, e perceba o perigo e a sabedoria de Jesus. Pagar impostos era antipatriótico, mas opor-se ao pagamento era algo muito perigoso politicamente. Ou seja, se Jesus diz que é lícito pagar tributo, Ele estaria indo contra o seu povo, mas por um outro lado, Jesus sendo tão popular, se Ele opõe-se ao pagamento estaria incitando os judeus contra o imperador romano, pondo em risco a vida do povo. Porém, quando Ele pede que lhe mostrassem a moeda, Jesus mostra que eles eram hipócritas, pois nenhum patriota judeu devia carregar essa moeda, pois nela estava cunhada a imagem do imperador romano e na inscrição atribuía a César o título de “Filho de Deus”, e isso era um sinal de idolatria. Mas Jesus ensina aqui também, e é o que vivemos hoje, que ser fiel a um governo pagão não nos separa da fidelidade a Deus.
Como você tem reagido às críticas? Como tem respondido aos seus adversários?
 Quero te levar a uma visão diferente, te levar a encarar de uma forma superior o que tem vivido. Talvez tenham duvidado da sua integridade, menosprezaram a sua opinião. Você tem trabalhado muito, se dedicado, e as pessoas ignoram o que você tem feito. Mas não perca a paciência, não guarde ressentimento, não tente rebaixar ninguém devolvendo críticas com palavras duras e ofensas. Quando for afrontado, faça como Jesus, que mesmo sendo perseguido, rejeitado e criticado, usou a Palavra de Deus para responder a seus adversários e provou ser o escolhido para hoje estar no lugar de maior honra, porque a Palavra de Deus é superior a qualquer raciocínio humano.
E eles, ouvindo isso, maravilharam-se e, deixando-o, se retiraram. (Mateus 22:22)
Fique na Paz !!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VIDEOS

Loading...